Número total de visualizações de página

Faixa Sonora

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

ALMA QUE...


Alma que da minh’alma se aproxima

E me desperta do meu sonho em meio

E nos prenda e nos cinja o doce enleio

Como a dois lírios prende e enlaça um vime.

E assim desta existência que me oprime

Pois que já n’ela achar o Bem não creio

Vamos subamos lado a lado ao seio

Infinito do Deus Calmo e Sublime!

 

ÂNGELO DE LIMA (1872-1921)

Poesias Completas

Sem comentários:

Enviar um comentário