Número total de visualizações de página

Faixa Sonora

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

AMOR



Vibrátil. fina, perfumada e clara,

Ondula a aragem que o amor provoca.

Longe, respira a vida. Aqui, o sonho.

Tudo é infância de águas e colinas

Na manhã dos teus olhos.

E voos, de mãos dadas.

E cantos, cantos de infinito amor,

Nos galhos, nas correntes e nas sombras veladas.

 

Envolve-se de nuvem nosso abraço.

Vibrátil, fina, perfumada e clara,

Ondula a aragem. Fadas e duendes

Agitam instrumentos na folhagem…

 

Vibrátil, fina, imperceptível, fluida,

Orquestra ao longe, no fundo dos sentidos:

Dedos de flores ondeiam sobre a pele

De céus indefinidos…

 

Cantam mistérios bocas fascinadas.

Abrem corolas, sobre a luz que as toca.

Vibrátil, fina, perfumada e clara,

Ondula a aragem que o amor provoca.

 

NATÉRCIA FREIRE (1919)

Antologia Poética

2 comentários:

  1. ...ondula a aragem que o amor provoca....e lindo!!!

    ResponderEliminar
  2. Dias em que nos deixamos embalar na poesia da paixão que o amor nos oferece.
    Lindo de se ler e se deixar abraçar num sonho de felicidade.

    ResponderEliminar